Ensinar a ler e a escrever: uma possibilidade de inclusão social


Ensinar a Ler

Sandra Bozza

“Quando não sabemos aonde queremos chegar, qualquer caminho serve.”

Qualquer caminho…

Qualquer quantidade…

Qualquer qualidade…

E, às vezes, qualquer aprendizagem.

Lewis Carrol

Como sabemos exatamente aonde queremos chegar, fizemos mais do que apenas discursar sobre a melhor maneira de alfabetizar. Fomos à luta: estudamos mais, produzimos, aplicamos, testamos, aprendemos mais, revimos conceitos, reorganizamos estratégias…

E nesse caminhar pudemos materializar algumas práticas que tiveram sucesso no processo de aquisição da língua escrita.

Selecionamos algumas que julgamos providenciais para a ampliação da competência técnica da formação de professores(as) alfabetizadores(as).

Tomar o texto como vetor de todo trabalho escolar é dever de um ensino responsável e direito de cada criança brasileira para que se construa como leitora competente.

Assim, “Ensinar a Ler e a Escrever: Uma Possibilidade de Inclusão Social” intenciona contribuir para a sistematização dos conteúdos de Língua Portuguesa de forma reflexiva, lúdica e a partir do conhecimento prévio das crianças.

Por esse motivo é que foram tomadas para o estudo tipologias textuais como músicas, narrativas, quadrinhas, adivinhas, textos informativos e narrativas cantadas.

Objetivando subsidiar o estudo mais aprofundado de cada tipologia trabalhada, disponibilizamos um apêndice, S.O.S. PROFESSOR, onde podem ser encontrados alguns exemplos textuais para enriquecer o encaminhamento metodológico
já adotado pelo(a) professor(a).

Embora seja proposto o estudo do texto para o início do processo alfabetizatório, este livro encaminha a reflexão sobre os conteúdos até chegar ao estudo das unidades menores da língua escrita: a letra, a sílaba e a palavra.

Todavia, antes de apresentar práticas de análises lingüísticas, Ensinar a Ler e a Escrever: Uma Possibilidade de Inclusão Social faz uma abordagem sobre a perspectiva de linguagem e do trabalho com o texto visando clarear alguns aspectos que muito têm confundido o trabalho dentro das salas de aula.

Da mesma forma, uma rápida explanação sobre a organização do sistema gráfico da Língua Portuguesa fundamenta o trabalho com a ortografia, encaminhando atividades com nomes e rótulos no decorrer do processo de apropriação da escrita.

Esta é uma obra a qual esperamos ser lida por muitos professores que acreditam ser possível letrar e alfabetizar ao mesmo tempo e que isto pode ser uma rica experiência, tanto para quem ensina quanto para quem aprende.

9 Comentários para “Ensinar a ler e a escrever: uma possibilidade de inclusão social”

  1. Adorei o livro e ja tive a oportunidade de assitir várias palestras com Sandra Bozza.

  2. toda a tortura se tornou magia .
    PARABENS !….
    ame,amei ameiiiiiiiiii.

  3. TIVE OPORTUBIDADE DE ASSISTIR DIVERSAS PALESTRAS COM A AUTORA E, IMAGINEM QUE ESPETÁCULO …. O LIVRO FAZ ALGUMAS CONSIDERAÇOES A RESPEITO DO DESVENDAR DA ESCRITA E POSTULA ATIVIDADES MUITO INTERESSANTES PARABENS PELA PRODUÇAO E IDEIAS

  4. Comprei o Livro “Ensinar a Le e a Escrever” (Sandra Bozza) durante um congresso em Fortaleza e adorei. Fiz tanta propaganda do livro que acabei emprestando e não recebendo de volta. Já procurei nas livrarias para comprar e não achei.Como fazer para adquirir outro exemplar?

  5. Esta proposta precisa ser levada em conta pelos professores. Que Deus abençoe mais e mais esta educadora que tive a oportunidade de conhecer em Sta. Maria nesta última semana de abril.

  6. Não conheço o livro, mais conheço a autora.

    Tive oportunidade de assistir palestras da mesma na cidade de salvador Ba na Jornada Internacional. Amei!

  7. Parabens! Pela parceria com a futuro eventos, saude e sucesso….

  8. Gostaria de saber como adquirir o Livro Ensinar a Ler e Escrever da autora Sandra Bozza. Parabéns!!!!

  9. Ola gostaria de adquirir o livro porém não consigo finalizar a compra.Como faço para comprar?

Comente!